Como obter Altos Rendimentos na Renda Fixa com pouco dinheiro

Você acredita que para conseguir boas taxas em investimentos de renda fixa é necessário ter muito dinheiro para aplicar?

Felizmente isso não é verdade 🙂

Ensinarei no artigo de hoje como conseguir altos rendimentos, dentro dos padrões da renda fixa, mesmo quando a grana está curta.

Boa Leitura!

Certamente você assim como eu, já passou por isso. Aprendeu que Poupança não é investimento, se organizou financeiramente, conseguiu guardar um dinheirinho e começou a procurar onde investi-lo.

Foi conversar com seu gerente bancário, ele apresentou as opções disponíveis em Renda Fixa e você ficou frustado.

Frustado porque percebeu que com o valor que podia aplicar, seu banco pagava 80% do CDI num CDB de liquidez diária, o investimento mínimo para LCI era de mais de R$20.000,00 e os fundos disponibilizados pelo banco, consumiam boa parte da sua rentabilidade com as altas taxas de administração.

Voltou pra casa achando que precisaria se contentar com rendimentos pouco acima da poupança, mas ainda abaixo da Inflação, até que acumulasse um capital maior, para só então obter uma rentabilidade descente.

Tenho uma boa notícia para você:

É possível conseguir boas taxas em produtos de renda fixa, mesmo quando se têm pouco dinheiro e é MUITO mais fácil e seguro do que você imagina.

 


O segredo da alta rentabilidade com pouco dinheiro:

Rentabilidade

Engana-se se pensou que eu diria que isso é possível apenas comprando Títulos Públicos. Eles são sim excelentes investimentos em renda fixa, com valores mínimos baixíssimos (a partir de R$30,00 como ensinei AQUI), porém não são sua única opção.

Para a alegria dos pequenos investidores, assim como eu e você, existem também pequenos bancos. E como estes pequenos bancos conseguem sobreviver, num mercado dominado por grandes bancos comerciais como Itau, Banco do Brasil, Bradesco e Santander?

Oferecendo produtos mais atrativos. Dentre estes produtos, empréstimos e financiamentos com taxas menores e Investimentos em Renda Fixa com taxas MUITO maiores 🙂 .

O segredo portanto para conseguir altos rendimentos com pouco dinheiro é investir nestes pequenos bancos.

 


O risco de investir em bancos pequenos:

risco pequenos bancos

Nem tudo na vida são flores, logo, existe SIM risco ao investir em bancos de pequeno e/ou médio porte.

E se o banco quebrar?

Não é impossível, tivemos alguns que já quebraram no Brasil, como foi o caso do Banco Santos a alguns anos atrás. E seu dinheiro estava lá, aquele que com tanto sacrifício você guardou, que foram necessárias algumas privações para que ele sobrasse. E o banco faliu. E agora?

Perdi todo meu dinheiro? Posso comprar uma garrafa de pinga para tentar afogar as mágoas?

Acalme-se, felizmente seu dinheiro estava protegido e você não perderá todas as suas economias caso o banco em que tenha investido quebre.

Alguns tipos de investimentos em Renda Fixa, assim como valores disponíveis em contas correntes, são garantidos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Não sabe o que é o FGC? Leia ESTE ARTIGO onde explico.

O FGC garante até R$250.000,00 por CPF e por Instituição bancária. Explico melhor.

Se você tinha até R$250.000,00 investidos no Banco “A” e este banco quebrar, o FGC lhe devolve o dinheiro. Se você tiver mais de R$250.000,00 perderá o valor que passar deste teto.

E o limite é por CPF e por instituição bancária, isso significa que se você tiver:

  • R$200.000,00 no banco “A”;
  • R$200.000,00 no Banco “B” e
  • R$100.000,00 no Banco “C”

E todos eles quebrarem, você não perderá nenhum centavo do seu dinheiro. FGC pagará tudo a você. Capiche?

Agora atenção aos investimentos garantidos por ele:

  • Depósito à vista em Conta Corrente (dinheiro que você deixa parado em sua conta);
  • Poupança;
  • CDB;
  • RDB;
  •  LCI – Letras de Crédito Imobiliário;
  • LCA – Letras de Crédito do Agronegócio;
  • LC- Letras de Câmbio;
  • LI – Letras Imobiliárias;
  • LH – Letras Hipotecárias;

Em qualquer um dos investimentos listados acima, seu dinheiro estará seguro em qualquer banco, até o limite de R$250.000,00 por CPF e por Instituição Bancária.

Importante dizer que o FGC não serve apenas para garantir pequenos bancos, os grandes também. A diferença é que a probabilidade de um banco pequeno quebrar é mais alta que a de um grande banco.

 


Vantagens dos Pequenos Bancos:

Ovos de Ouro

Facilidade na abertura de contas: Como expliquei acima, estes bancos precisam ser mais vantajosos que os grandes. Abrir uma conta corrente sem tanta burocracia é uma bela vantagem. Na maioria deles você faz tudo pela internet, até o envio dos documentos digitalizados.

Isenção de Tarifas: Já ensinei a você como Nunca mais pagar tarifas bancárias, porém nem todos os bancos comerciais oferecem esta opção e/ou você pode precisar de algum serviço na agência que lhe gerará custos. Nos pequenos bancos, as contas costumam ser todas digitais e você não paga nada por nenhuma operação.

Atendimento: Nos bancos comerciais o atendimento costuma deixar a desejar. Nos pequenos bancos você é tratado como rei, alguns enviam até presente de aniversário aos clientes.

Facilidade para Investir: O internet Banking da maioria dos pequenos é muito simples e descomplicado. Você seleciona o tipo de investimento, o prazo e o valor e pronto, seu dinheiro já começa a render.

Opções de Produtos de Renda Fixa: Estes bancos costumam ter várias opções de produtos de renda fixa: pós fixados, pré fixados, pagando IPCA + uma taxa contratada, com ou sem liquidez e etc.

Rentabilidade: Obviamente a vantagem de maior peso para nós. Existem bancos que pagam 100% do CDI num CDB de liquidez diária para qualquer valor investido. Alguns também não exigem investimento mínimo para LCI e/ou LCA, além de suas boas taxas (geralmente entre 91 e 99% do CDI). Outros exigem investimentos mínimos, porém de valores bem mais baixos como R$500,00 – R$1.000,00 ou R$5.000,00.

 


Desvantagens dos Pequenos Bancos:

Atenção

Risco: Como citado acima, o risco de um banco pequeno quebrar é maior do que de um grande banco.

Falta de Agências: A maioria deles possui apenas uma sede, não existem agências, portanto se você quiser entrar em contato com eles, precisará fazê-lo através dos canais eletrônicos e/ou do telefone.

Falta de Alguns Produtos: Muitos deles são somente Bancos de Investimentos e não Bancos Comerciais, como os que costumamos ter conta corrente. Isso significa que alguns não te darão um cartão (nem de débito), em alguns é possível pagar contas, em outros não, quase nenhum deles possui previdência privada, dentre outros produtos menos usuais que não são comercializados por eles.

Aplicativos para Celular: Alguns são muito bons, outros são fraquinhos e com poucas opções, mas existem aqueles que não disponibilizam app para celulares.

Falta de Lastro: Alguns produtos de Renda Fixa, como a LCI e a LCA, necessitam de lastro. Não sabe o que é isso? Leia ESTE ARTIGO e aprenda. Nem todos os dias estes bancos menores terão lastros disponíveis para esse tipo de investimento.

 


Conclusão:

Ficar Rico

Você aprendeu neste artigo que existe vida fora dos grandes bancos 🙂 .

Importante dizer que não estou recomendando que ninguém invista ou deixe de investir em nenhum banco, seja ele grande ou pequeno. Estou apenas ensinando que existem outras opções de investimentos, em outros bancos, que não são conhecidas pela maioria das pessoas. A decisão de investir ou não em qualquer instituição e/ou produto será SUA.

Conseguimos entender neste texto claramente a relação Risco x Retorno. É possível obter maiores retornos dos seus investimentos, mesmo que você tenha pouco dinheiro, porém para isso, você precisará assumir um risco um pouco maior.

Você pode abrir conta nos pequenos bancos, ou investir neles através de corretoras de valores, as mesmas utilizadas para comprar Ações e Títulos Públicos. Boa parte delas possui uma área para investimentos em Renda Fixa e disponibilizam vários produtos de diversos bancos de porte menor. Fique atento apenas às taxas de administração que podem ser cobradas pelas corretoras. Lembre-se que você não precisa pagar para ninguém administrar seu dinheiro, se você está lendo este Blog é porque está aprendendo a fazer isso sozinho 😉 .

Espero que tenha gostado do texto e que consiga aumentar a rentabilidade dos seus investimentos.

Aguardo seus comentários e dúvidas nos campos abaixo.

 

Abraço

ALINE PORTO

 

 

 

 

Sobre Aline Porto

Aline Porto Educadora financeira que passou de devedora a investidora e quer ensinar você a fazer o mesmo

  • Marcelo Guterman

    Muito bom artigo Aline, parabéns!

    • Muito Obrigada Marcelo! Uma honra tê-lo como leitor e mais ainda receber um elogio seu.

      Grande Abraço
      ALINE PORTO

  • ótimo artigo!!!
    Em ribeirão preto, qual “pequeno banco” que teria para abrir uma conta, e possivelmente fazer um investimento ?

    • Muito Obrigada pelo elogio Lucas!
      Estes pequenos bancos normalmente possuem apenas a agência matriz que geralmente encontra-se em uma grande capital, porém você pode abrir conta em qualquer um deles pela internet mesmo e começar a investir.
      Sofisa Direto, Daycoval e Intermedium são alguns exemplos com excelentes produtos de renda fixa. Vale a pena!
      Se tiver mais alguma dúvida e/ou sugestão, fique à vontade para perguntar.

      Abraço
      ALINE PORTO

  • Alberto Tavares

    ótimo post! éh mesmo preciso perceber que existe vida fora dos grandes bancos

    saudacoes
    economiamaisinvestimento.blogspot.com.br